R. Joaquim Gouvêia, 421, Belo Horizonte, MG, Brazil, 31910-040
 

Lincoln Portela relata que tragédia do Museu no Rio de Janeiro foi anunciada por laudos

Compartilhe as redes

O deputado federal Lincoln Portela foi ao Plenário nesta terça-feira (4) e lembrou que a tragédia que se abateu sobre o Museu Nacional no Rio de Janeiro/RJ já havia sido anunciada por laudos que atestavam o comprometimento da estrutura do prédio de 9 mil metros quadrados:

“A própria Procuradoria-Geral da República (PGR) já havia comunicado ao Estado do Rio de Janeiro a necessidade de uma averiguação, inclusive pelo Corpo de Bombeiros.”

Criado em 1818 por Dom João VI, o Museu Nacional era a mais antiga instituição científica do país e contava com um acervo de mais de 20 milhões de itens, distribuídos em áreas como geologia, paleontologia, botânica, zoologia, antropologia biológica, arqueologia e etnologia.

Entre os itens atingidos pelo incêndio, que consumiu o prédio e 90% do seu acervo, está o crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo encontrado nas Américas, com aproximadamente 11 mil anos de idade, e cuja descoberta mudou as principais teorias sobre o povoamento das Américas.

Considerado o maior tesouro arqueológico do país, o crânio foi encontrado na região da Lapa Vermelha, em Lagoa Santa/MG, em 1974. A reconstituição de sua face revelou traços semelhantes aos de negros africanos e aborígines australianos.

(Texto: Assessoria de Comunicação com Agência Câmara e Notícias Uol / Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Deixe um comentário

Posts recentes

Siga-me

Youtube

Assine a nossa newsletter

Obrigado por assinar nossa Newsletter, preencha com seu e-mail e aperte enviar.